24 de fev de 2011

Chamando mais uma vez para ir ao fórum

Estava em casa o telefone tocou era o Fernando (ex juiz da Comarca de Itamonte Dr. Fernando Catapano Prince Xavier) me chamando mais uma vez para ir ao fórum. Quando cheguei à sala do juiz ele me apresentou o Sr. Ferrucci como seu padrinho, cumprimentei a Aninha esposa do Juiz que também estava em sua sala e após ele me apresentar seu padrinho foi dizendo “hoje aqui começaremos uma quadrilha”, fiquei bastante constrangido e imaginando como seria a transação do Fernando com aquele senhor. Muitas vezes ele queria que eu andasse com sua identidade já que tinha outra funcional como juiz e qualquer coisa me apresentar como juiz, o que nunca aceitei.

O mesmo “padrinho do juiz” montou uma rede de caça níqueis aqui na cidade e região com base em liminares que foram devidamente cassadas por autoridades mais honestas.

O mesmo “padrinho” foi quem deu de presente para o Fernando o famoso Omega azul com o qual o juiz desfilava com mais de quarenta mil reais de multas e impostos atrasados, veiculo hoje apreendido.

Outro fato que me assustou foi quando ele sugeriu que eu pegasse dinheiro do Bingo para mim, bingo que o time de futebol em que comandava tinha participação e o dinheiro seria aplicado na escolinha de futebol. Por esse fato realmente passei a conhecer a mente criminosa do juiz.

Por todos esses fatos e sabendo da mente criminosa do juiz Dr. Fernando Catapano Prince Xavier e que o mesmo estava cada vez mais se metendo no crime e querendo me envolver em chantagens, procurei a Polícia Federal e passei tudo o que sabia a respeito do Juiz e advogados, o bandido freqüentava minha casa sem saber que já estava sendo investigado, quando descobriu tramou minha prisão, me processou dezenas de vezes perdendo todas as ações, não me calei e continuo homem de uma palavra só “lugar de juiz bandido é na cadeia”.

Seria isso apenas um disfarce?

 
   Dona Vilma Catapano mãe do juiz Dr. Fernando Catapano Prince Xavier, ministra da eucaristia, passava mais tempo na minha casa que na casa do seu filho. A seu pedido comprei um terreno e construí uma casa perto da minha na cidade de Itamonte sem contar inúmeros favores.
    Aos domingos no tempo que morou por aqui, almoçava conosco já que sua filha Paula Xavier morava em minha casa, todos os dias a família Catapano estava aqui em casa, hora lanchando, hora batendo papo.
   Pois bem, construí sua casa como pediu estava tudo bem, foi só eu denunciar o juiz que a dona Vilma resolveu processar eu e minha esposa caluniosamente por ter desviado recursos da construção de sua casa, apesar da mesma ter vendido a casa por um preço muito superior ao da sua construção, o advogado usado foi o mesmo que o juiz usou para abrir vários processos contra mim, minha esposa e até minha filha, perderam todas as ações.
    O que a Dona Vilma Catapano deveria ensinar ao seu filho é que ele como juiz não poderia vender sentenças e aconselhá-lo também a deixar de ser corrupto ao invés de sair por ai sujando o prato que comeu.

Papel que não condiz com uma pessoa religiosa como a Dona Vilma Catapano, ou seria isso apenas um disfarce?

Abaixo os números dos processos que ganhamos de Senhora Vilma Catapano em todas as instâncias, mãe do juiz Dr. Fernando Catapano Prince Xavier.