28 de jan de 2012

Temos que entender que não se faz política com o mal, se faz política com o bem. Não se faz política com guerra e sim com paz!


Temos que entender que não se faz política com o mal, se faz política com o bem. Não se faz política com guerra e sim com paz!

O presidente do Conselho Permanente dos Tribunais de Justiça do Brasil, o desembargador aposentado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Marcus Faver, disse nesta sexta-feira que juiz que vende sentenças “deve ser enforcado em praça pública”.


O presidente do Conselho Permanente dos Tribunais de Justiça do Brasil, o desembargador aposentado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Marcus Faver, disse nestaz sexta-feira que juiz que vende sentenças “deve ser enforcado em praça pública”.
- É muito grave (venda de sentenças), é gravíssimo. Se há isso, é crime, e o autor disso, me desculpe a expressão, se for um juiz, deve ser enforcado em praça pública.
Ele disse ainda que a ação do crime organizado no país hoje tem semelhança com o que ocorreu na Itália nos anos 80 e 90, quando havia infiltração criminosa em órgãos do governo.
.

27 de jan de 2012

Montadora é responsável por carro que concessionária não entrega.

Uma decisão da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu a responsabilidade do fabricante de veículo em processos movidos por consumidores que, embora pagando, não receberam o bem negociado com a concessionária. Os ministros basearam a decisão em precedente segundo o qual o sistema de comercialização de automóveis, por meio de concessionárias autorizadas, impõe a responsabilidade solidária entre o fabricante e o comerciante. Os desembargadores observaram que, “se um veículo é vendido e apresenta defeito ou o serviço da concessionária é prestado de forma deficiente, há solidariedade entre a concessionária e a montadora”, conforme o Código de Defesa do Consumidor (CDC).


23 de jan de 2012

Falso taxista; se a polícia federal vir a nossa cidade vai ter que devolver a diferença em 24 horas e ter que responder um processo, terá o veiculo preso e só liberado depois do pagamento imagina só, as testemunha contra vocês serão os verdadeiros taxistas

São veículos particulares, de profissionais liberais, autônomos ou empresários, Há casos em que o veículo fica parado, durante todo o dia, em frente ao estabelecimento do proprietário, que atua em atividade que pode ser enquadrada como profissional liberal. Portanto, não pode ter placa vermelha de jeito nenhum.
Alvarás de taxis, para pessoas que queriam comprar carros com desconto, mas não colocar o carro para trabalhar como taxi, o que já seria uma irregularidade, além de terem esquecido que sonegação é crime.
Consequências terríveis para aqueles que adquiriram os seus veículos de forma irregular, pois, com as denúncias que vem sendo feitas por parte da população, a qualquer momento o Ministério Público Estadual, virá juntamente com a Receita Federal e a Polícia Federal, averiguar a veracidade dos fatos e recolher os veículos que não estiverem trabalhando como taxi.